NoLUgar - Personal Organizer
 

Minha história, minha essência.

quinta-feira, 19 de novembro de 2015
Meu primeiro texto aqui, não podia ser diferente, resolvi falar de mim.
Sabe quando a vida vai te dando mil sinais e você chega a vê-los, mas falta algo para acreditar? Aparecem primeiro sinais leves, como uma pessoa lá de longe acenando, mas que você mal consegue ver, de repente, essa pessoa vai chegando perto, mais perto... até te pegar nos ombros, te sacudir e falar: “Acorda menina!” E eu acordei.
Foram quinze anos trabalhando em projetos sociais apaixonantes. Andei por muitas comunidades, favelas... pois naquele momento minha missão era fazer algo por aquelas pessoas que tanto precisavam.
Passado um tempo, sentia que precisava de uma nova missão na minha vida, mas não conseguia enxergar aquela pessoa acenando lá de longe. Minhas crenças eram muito fortes e não me permitiam ver.
Apesar de estar trabalhando na área de responsabilidade social, estava inserida no mundo empresarial e admirada com sua dimensão, porém desconfortável com sua racionalidade. Para uma boa pisciana, faltava emoção, sentimento.
Foi quando aquela pessoa lá de longe se aproximou e me sacudiu e encarei o momento mais difícil da minha vida. Fui tomada por algo conhecido como TAG (Transtorno de Ansiedade Generalizada) que gerou crises de pânico e meu mundo desmoronou.
Neste momento, anjos sem asas apareceram em meu caminho e me deram forças, desembaçaram meus olhos e pude ver novamente um futuro.
Reorganizei-me internamente e isto se expandiu para fora. E o que me dava mais prazer era Organizar as coisas e ver o sorriso das pessoas no final. Tudo foi acontecendo rápido e uma nova missão foi se desenhando na minha vida.
Mas que missão era essa? E aquela menina idealista que queria acabar com as injustiças do mundo? O que tem haver com essa mulher que entra na casa de pessoas com boas condições de vida para organizar coisas?
Depois de alguns meses neste trabalho, penso que o que importa é a nossa essência, e descobri que a minha é ajudar o outro a ter uma vida melhor, independente de classe social. Afinal, somos todos iguais.
Hoje, certamente, não esperaria aquela pessoa que estava acenando lá de longe se aproximar tanto, mas se ela vier, o negócio é sacudir e dar a volta por cima!
São Paulo, 19 de novembro de 2015
 
E ai, gostou? Então não deixe de compartilhar com seus amigos!
Compartilhe no Facebook
 
Artigos relacionados
Quer saber mais sobre nossos serviços?
Quer saber mais sobre nossos serviços?
Entre em contato
Tire todas suas dúvidas pelo email abaixo
contato@nolugar.com.br
Facebook - NoLUgar        Instagram - NoLUgar        Google Plus - NoLUgar
NoLugar - Todos os direitos reservados © 2015
evernet - sites e sistemas online